29.1 C
João Pessoa
terça-feira, setembro 20, 2022
- Anúncio -spot_img
InícioHospitais de CâncerHospital do RS é o primeiro a receber prêmio da Sociedade Americana...

Hospital do RS é o primeiro a receber prêmio da Sociedade Americana de Oncologia Clínica

O oncologista do Hospital Moinhos de Vento (HMV) Pedro Isaacsson Velho receberá no próximo sábado (4) o prêmio Career Development, da Sociedade Americana de Oncologia Clínica. O prêmio existe há 30 anos e esta é a primeira vez que um hospital brasileiro figura na lista dos trabalhos reconhecidos mundialmente.

“Todas as melhores instituições que têm os projetos mais promissores na terapia do câncer no mundo foram honrados com esse prêmio. A gente teve oportunidade, em pé de igualdade e de condições, de ganhar”, afirma o oncologista.

O médico chefia o Instituto de Pesquisa Moinhos e coordenou estudo sobre o uso do hormônio testosterona combinado com a medicação Radium-223 em pacientes com câncer de próstata. O medicamento já é usado no tratamento da doença.

De acordo com Velho, foram feitos dois estudos anteriores, com 40 pacientes, a partir da linha de pesquisa em câncer de próstata desenvolvida na instituição. Esse novo estudo é uma evolução dos cursos anteriores.

“O nosso projeto quer melhorar a eficácia dessa terapia e diminuir eventuais efeitos colaterais melhorando a qualidade de vida dos pacientes”, diz Isaacsson Velho.

A lista dos premiados inclui ainda a médica brasileira radicada na França Maria Alice Franzoi, do Institut Gustave Roussy.

Parceria com Johns Hopkins

O estudo conta com a parceria da Johns Hopkins Medicine International. Para julho, está previsto o início da fase de recrutamento de pacientes no Brasil e nos Estados Unidos.

“Por ser um estudo bastante promissor, o Hopkins quis fazer parte. A gente vai abrir estudo para o recrutamento de pacientes americanos lá também”, explica o médico, que fez parte da sua formação na instituição norte-americana.

Ao todo, serão cerca de 50 pessoas diagnosticadas com câncer de próstata metastático, sendo 30 no Brasil e 20 nos Estados Unidos.

“Ao mesmo em que pacientes vão receber as terapias nesse protocolo aqui, eles vão receber lá”, explica.

Inspiração para projetos futuros

Em 2019, o pesquisador já havia recebido o prêmio Global Young Investigator, da mesma associação, pelo estudo clínico que avaliava o tratamento com imunoterapia em pacientes com câncer de próstata. Isaacsson Velho destaca a importância do novo reconhecimento para futuros investimentos em pesquisa no Brasil.

“Isso dá um respaldo imenso ao que a gente está fazendo, porque esse prêmio ocorre como uma competição mundial, os melhores projetos de pesquisa do mundo, e 20 recebem essa honraria”, destaca.

De acordo com o Hospital Moinhos de Vento, a premiação de 200 mil dólares será investida em projetos de pesquisa em câncer de próstata. O Instituto de Pesquisa do hospital, atualmente, com 134 estudos ativos, nas mais diversas fases, e cerca de 200 pacientes em estudos experimentais. São 30 colaboradores, sendo que 76% são envolvidos diretamente em projetos de pesquisa.

A inscrição para a premiação aconteceu a partir de edital em 2021. O anúncio dos vencedores ocorreu no dia 24 de maio e a entrega está prevista para sábado, durante Encontro Anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica em Chicago, nos Estados Unidos. Segundo a entidade organizadora, o evento reúne anualmente cerca de 40 mil profissionais de todo o mundo.

Fonte: G1

- Advertisment -spot_img

MAIS POPULAR

Comentários