Preaload Image

Mario Kroeff

Fundou o primeiro núcleo oficial de combate ao câncer no Brasil, chamado Centro de Cancerologia, no bairro do Estácio, em 1938. Foi eleito para a Academia Nacional de Medicina em 1940. Em 1941 fundou o Serviço Nacional de Câncer. Durante a Segunda Guerra Mundial viajou aos Estados Unidos para adquirir radium. Em maio de 1946 transferiu o Serviço Nacional de Câncer para o Hospital Gaffre e Guinle, na Tijuca. Fundou a Sociedade Brasileira de Cancerologia e a Associação Brasileiro dos Cancerosos, que mais tarde se converteria no Hospital Mário Kroeff. Fez a primeira exposição sobre câncer no Brasil, patrocinada pelo Jockey Club Brasileiro, em 1948. Chefiou o Serviço Nacional de Câncer até 1954, substituido pelo ministro Miguel Couto Filho. Presidente do Conselho administrativo que coordenou as obras do Hospital do Servidores do Estado.

“Ilustres Senhores, ninguém poderá duvidar das minhas intenções, pois condenado como estou pela medicina, nada pretendo para mim. Profissionalmente me faltarão as forças necessárias para qualquer iniciativa. Assim, não peço para mim, mas para meus patrícios, para milhares de brasileiros que, pelo interior, são vítimas do mesmo mal que me acometeu. Sinto forças morais para pedir, porque conheço a sensação de ser presa dessa moléstia terrível, pedir ao povo e ao Governo que me auxiliem a morrer tranqüilo, com o conforto de haver feito algo, ao menos pela Paraíba, neste setor que abracei como especialidade, a luta contra o câncer. Quero, portanto, ver fundado pelo menos um centro de combate ao câncer, em João Pessoa, na Paraíba, ainda antes de morrer, se a sorte me permitir.”

Dr. Napoleão Rodrigues Laureano


Pular para a barra de ferramentas